Pedagogia‎ > ‎IV - Caminheiros‎ > ‎

[25.01.2018] - Dia de São Paulo

Publicado a 25/01/2018, 01:51 por Webmaster Barcelos
S. Paulo, mais de que um patrono para os Caminheiro/Companheiros, é uma inspiração de Caminho e vivência de Fé no perseguir o ideal do Homem Novo.

No dia 25 de Janeiro comemoramos a conversão de S. Paulo, Homem de convicções fortes que estudou a religião com os melhores Mestres do Templo em Jerusalém.

Os Judeus, viam em Paulo sentido de missão, então encarregaram-no da difícil tarefa em eliminar as comunidades cristãs, ao longo desta sua jornada em que cumpria tudo o que lhe foi pedido, sentia-se bem consigo próprio.

Paulo sentiu o chamamento de Deus, quando viajava para Damasco quando um clarão o cegou e onde ouviu uma voz que lhe dizia: “Saulo, Saulo porque me persegues”, inquieto procurou o profeta Ananias que ao passar-lhe as mãos nos seus olhos recuperou a sua visão.

S. Paulo é importante na vida dos Caminheiros/ Companheiros, pelo seu exemplo de caminhada na qual deu a uma encruzilhada: Caminho de Destruição da Fé Cristã e o Caminho de Deus, escolheu então o caminho mais difícil e deixou de ser perseguidor, passando a ser perseguido.

Na História da Igreja, S. Paulo foi dos mais viajados na propagação da Palavra de Deus, tornou-se um motor nesta sua missão, que o levou ao caminho da santidade, deu a sua vida por Deus, foi condenado à morte e pouco antes de morrer proferiu as seguintes palavras: “ Combati o Bom Combate só me resta receber a Coroa. “

Nos dias de hoje, a mensagem de S. Paulo tende a ser de esperança para os Caminheiros/Companheiros (jovens dos 18 aos 22 anos), enquanto adultos voluntários a trabalhar nesta secção, devemos caminhar lado a lado sendo o auxílio destes jovens no seu Caminho Rumo ao Homem Novo.

Muito mais importante que a história do patrono, está em sentir e aplica-la nos dias de hoje, desviando os jovens de comportamentos desviantes, capacita-los de ferramentas pedagógicas as quais eles possam aplicar valores numa sociedade que carece de Homens e Mulheres com o sentido de serem ativos e fazerem a diferença.

S. Paulo foi diferente, Mudou Sem Medo, também nós devemos Mudar Sem Medo, só assim podemos tornar-nos em Realizadores de Sonhos.

Artigo da Equipa Pedagógica IVª Secção  do Núcleo de Barcelos
Comments